quarta-feira, 30 de maio de 2007

BRASIL, BRASILEIRO - DISCURSO NO CORUJÃO

Na década de 70, após uma campanha muito acirrada, Aderbal Martins e Apolônio Gonçalves, apesar de pouco letrados, foram eleitos para a prefeitura de Patos, derrotando o Padre Levi e o Professor Durval.
O comicio de encerramento, baptizado de corujão, foi realizado no centro da cidade com uma grande festa, inclusive com a presença do Governador Ernani Sátyro, que apoiava a chapa.
Todos discursaram até chegar a vez do candidato a Vice, Apolônio, que soltou a pérola:
- "Aderbá, eu e tu tano na Prefeitura, a coisa vai ou o peido avoa"

1 comentário:

Maria da Guia Gonçalves disse...

Gostaria de saber baseado em que o Sr Colunista publica uma frase como de uma pessoa, sem a veracidade dos fatos comprovada. Refiro-me a citação publicada no dia 31/05/2007 -Brasil,Brasileiro-Discurso no corujão- quando foi atribuido ao Sr. Apolônio Gonçalves uma "pérola",que apesar de homem simples,jamais teria dito tamanha estupidez.Falo como filha dele, e informo-lhe que vou exigir judicialmente, retratação e indenização por danos morais e constrangimento.Sem mais aguardo resposta.